Tempo estimado de 2:00.

Não é à toa que nos sentimos bem lidando com a terra e com as coisas da terra, em contato com o vento, sol, chuva: todos os elementos da natureza se interagem harmoniosamente, e nós, humanos, sem dizer palavra sentimos prazer pois fazemos parte dessa natureza. Será que a lua também teria alguma influência? Desde os primórdios da civilização e da agricultura as observações do céu e de seus astros levaram à reverencia e respeito aos seus ciclos, para que se pudessem obter os alimentos tão preciosos. Por mais que hoje pareçam práticas meio esquecidas, haja vista a quantidade de artifícios para a produção agrícola, a cada dia o sol volta a brilhar, com noites de lua e estrelas para nos mostrar o caminho. A lua, com suas fases nova, crescente, cheia e minguante, cada qual durando 7 dias, têm influência direta nos movimentos das marés, no crescimento e na quantidade de seiva das plantas e até mesmo na variação de nosso humor! Vamos a alguns exemplos? Quando a lua não está visível, na fase “nova”, é hora de plantar tudo que dá abaixo do solo, como cenoura, beterraba; depois, na “crescente”, hora de colher espinafre e rúcula; vindo a fase de lua “cheia”, tempo de colheita de frutos que estarão mais cheios e saborosos, como no abacaxi, tomate. Sim, tomate é fruto! Por fim, a “minguante”, melhor fase para fazer as podas, menos sofridas para a planta pois é hora que a seiva se recolhe para baixo. E por aí vai…conversaremos sobre cada fase, em outras prosas. É isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.