Parece hamburguer….mas é hamburguer? Quase: é carne produzida a base de plantas.

Notícia fresquinha chegando às prateleiras: hamburguer feito totalmente de plantas! “É aquele hamburguer “de soja”?!” Não senhor, não senhora, os tempos mudaram: vamos ver o que é esse hamburguer.

Esse novo conceito, da carne sendo produzida com base totalmente em plantas, ou plant-based meat, vem ao encontro de demandas múltiplas: dos consumidores, sejam eles vegetarianos (que consomem subprodutos animais, como ovos) ou veganos, que por questões de saúde e bem estar, próprios, do planeta e especialmente dos animais, querem diversificar sua dieta sem prejudicar sua ingestão de proteínas e paladar; das diferentes técnicas e tecnologias de pesquisa e extração de componentes das plantas, inserindo até mesmo inteligência artificial para aferição do paladar a fim de obter a melhor combinação de proteínas e lipídios vegetais.

Tem-se o mercado, que segue aquecido quando o assunto são novos produtos, saborosos, acessíveis e ambientalmente sustentáveis, saudáveis para qualquer faixa etária: sim estamos falando de milhões…de dólares!

E, lógico, tem-se a proteção ao meio ambiente: refrear o avanço agressivo de novas pastagens a custo zero sobre as florestas em pé, plenas de biodiversidade, abandonando rastros cada vez maiores de degradação, desertos estéreis. Oportunidade também para conter os malefícios já sensíveis das mudanças climáticas em curso, que alteram o balanço de chuvas, a duração das estiagens, a temperatura dos oceanos, entre outros.

Mas como é que é esse hamburguer? Vamos lá, pedaço por pedaço: a “massa” dessa “carne” tem proteínas isoladas de grão de bico, ervilha e soja; sua cor vem do suco de beterraba. Mas…fica bom? Aí entra a inteligência artificial, que “jura” que o gosto, textura e aparência não devem nada nadinha ao hamburguer tradicional, ou, como hoje está mais “da hora”, artesanal.

Já que está no mercado: vamos provar e dar nossa nota?

Para saber mais: https://revistapesquisa.fapesp.br/2019/06/03/bife-de-laboratorio/

Endereços das imagens de abertura:

https://bit.ly/2ZudAzg

https://bit.ly/33i9pce

https://bit.ly/2OLty7o

https://bit.ly/2YEVJs7

https://bit.ly/337zryx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *